quinta-feira

Bandidos tetam roubar agência do Bradesco em Formosa-MA e dois morem ao trocarem tiro com com a policia

Marcadores:
Foi uma madrugada transformada em campo de guerra na cidade de Formosa da Serra Negra, 04 homens armados invadiram a agência do Banco do Bradesco daquele município, para assaltarem os caixas eletrônicos do local. A cidade tem a guarnição de 08 policiais militares e no momento em que os bandidos agiam por volta das 02h45min da manhã de quinta-feira (30), foram surpreendidos pelos policiais. 

Houve troca de tiros 05 policiais participaram diretamente da ação, enquanto 03 deles ficaram de vigília nas saídas da cidade. Na troca de tiros dois assaltantes foram atingidos pela policia, os outros dois conseguiram fugir. Os feridos foram levados ao Hospital de Formosa da Serra Negra, mas devido à gravidade dos ferimentos não resistiram e morreram. 

A policia prendeu 03 dinamites que iriam ser usadas para explosão do caixa, um ferro “pé de Cabra”, uma escopeta calibro 12, 09 munições, 02 lanternas, um colete aprova de bala, uma jaqueta preta, duas mascaras e duas motos broz vermelha usadas no assalto. Uma das motos com placa de Grajaú, segundo informou a policia a moto foi tomada nas proximidades de Grajaú, na MA-006 sentido à Formosa, as informações foram de que o dono da moto foi amarrado e a moto levada, na delegacia de Grajaú curiosos se aglomeraram para verem as armas e as motos. 

Segundo o capitão da PM de Grajaú Jean Levi Cavalcante, essa já foi a 03 vez que os assaltantes estiveram na cidade agindo, de acordo com o capitão há menos de 15 dias eles estiveram no local tentando o assalto. Os corpos foram trazidos para o HGG (Hospital Geral e Grajaú), foram identificados como; Weks Cley Regazzoni Gomes (Cavanhaque) e Jorge da Silva Costa. 

Cinco policiais sobre o comando do capitão Jean foram para a cidade de Formosa, para reforçar a ação inclusive o próprio capitão Jean comandou a operação, a policia agora está buscando informações sobre os dois que fugiram e devem dar continuidade nos procedimentos de investigação


|

Nenhum comentário:

Postar um comentário